a

CONSULTA SPC:

 
 

 

 
 

COMUNICADO CARNAVAL 2015

acia-carnaval2015.jpg
 

Carnaval 2015

acia-carnaval.jpg
 

Para nossa Economia, você sempre é bem vindo!

acia-economia.jpg
 

Feriados podem atrapalhar vendas do comércio em 2015

Lojistas estão preocupados com a queda nas vendas e buscam alternativas para minimizar o impacto no faturamento

Depois de um ano em que a maior parte dos feriados nacionais caiu em finais de semana, 2015 prepara um cenário diferente deixando os lojistas preocupados em amargar mais um ano de fracas vendas no comércio. Serão 11 feriados nacionais em dias úteis, em 2014 foram sete.

A estimativa da Confederação Brasileira do Comércio de Bens, Consumo e Turismo (CNC) é de que o varejo deixe de movimentar quase R$ 30 bilhões no período.

Contando os feriados nacionais e os dias “enforcados”, que são incluídos quando o feriado cai de terça ou quinta-feira, 2015 terá um total de 43 dias em que milhares de brasileiros deixarão de trabalhar, provocando uma paralisação total ou parcial da atividade econômica, aumentando a queda nas vendas.

Para Tatiana Santini, consultora do Sebrae-SP, é importante o empresário refletir sobre o que pode fazer para compensar os dias em que seu estabelecimento ficará fechado. “O mais importante é fazer um planejamento sobre os dias em que vai abrir, analisar e explorar as vendas em datas comemorativas e encontrar outras soluções para minimizar o impacto no seu faturamento”, explica.

O empresário pode buscar alternativas, como o e-commerce e redes sociais, avaliar indicadores e metas para melhor gerenciar a empresa e otimizar os resultados, aplicar técnicas de visual merchandising, aproveitar as datas comemorativas e investir em treinamento para colaboradores, além de participar de feiras e eventos para entender as tendências do mercado.

O Escritório Regional do Sebrae-SP em Botucatu está à disposição dos empresários e possui diversas ações planejadas para o ano de 2015, que incluem cursos, oficinas e palestras, além das consultorias nas empresas na área de finanças, marketing e produção.

“Uma novidade do Sebrae-SP para este ano é a Oficina de Prevenção de Perdas no Varejo. São consideradas perdas no setor, toda e qualquer interferência negativa no resultado da empresa, gerando como consequência final a redução do lucro”, acrescentou Tatiana.

A programação para os empresários de Botucatu e região no decorrer deste ano inclui o programa na medida, palestras de visual merchandising, tendências para o mercado de varejo para o vestuário e materiais de construção, oficinas de indicadores de metas, atendimento a clientes, marketing digital e comércio eletrônico.

Para mais informações, procure o escritório do Sebrae-SP em Botucatu, na rua Doutor Costa Leite, 1570, ou pelo telefone (14) 3815-9020.


________________________________________
Máquina Public Relations a serviço do Sebrae-SP
Escritório Regional Botucatu
Bruna Tanzi– assessora de imprensa
botucatu.sebraesp@grupomaquina.com
(14) 98811-7605
Siga o Sebrae-SP no Facebook (facebook.com/sebraesp)
Siga o Sebrae-SP no Twitter (twitter.com/sebraesp)
Atendimento ao cliente: 0800 570 0800 (ligação gratuita)
 

ACIA luta para que Avaré não ganhe mais um feriado prejudicial a economia local

O vereador Tucão tinha colocado na pauta da sessão de segunda-feira, 2 de janeiro, um projeto de lei para que o “Dia da Consciência Negra”, que é dia 20 de novembro, fosse feriado em Avaré, obrigando os comércios, repartições, industria e outros segmentos a fecharem.

ACIA tendo conhecimento realizou uma consulta com seus associados do qual constatou que a aprovação deste projeto prejudicaria o comercio local e conseqüentemente a economia local, desta forma o presidente Cassio Jamil Ferreira encaminhou um oficio explicando aos vereadores essa constatação e pedindo para que os mesmos utilizassem do bom senso não aprovassem ou retirassem o projeto.

O presidente da Câmara, Denílson Ziroldo leu a solicitação da ACIA em plenário e o vereador Roberto Araújo pediu vistas de 15 dias para que o projeto fosse mais bem analisado.
“Se ocorrer isso seria mais um feriado prejudicial para a cidade e economia local”, destacou Cassio Jamil.

Para Avaré que é uma Estância Turística e seu comércio atende mais de 400 mil pessoas em toda a região, os feriados que não são poucos já atrapalham a economia local e a criação de mais um seria um empecilho ainda maior para os comerciantes.

“Desde sua criação, a ACIA defende os interesses da economia do município, do estado e país. Em especial defende, ampara, une e instrui as classes que representa. Sendo assim, sempre lutou e luta pelo desenvolvimento do comércio avareense” enfatizou Cassio.

“Nossa entidade é apontada, segundo os próprios empresários locais, a entidade de maior representatividade na economia de Avaré. A ACIA apresenta um significativo crescimento no quadro associativo e através de parcerias com empresas qualificadas proporciona vários benefícios aos seus associados”, falou o presidente.

Cassio ainda ressaltou que “A ACIA trabalha arduamente pelo bem de Avaré, tanto que já elaborou lei beneficiando empresas, em especial seus associados. O objetivo visa sempre fortalecer o comércio, indústria e empresários do ramo de agronegócio, e consequentemente a geração de empregos que resultará inevitavelmente no aumento de consumidores e poder de consumo, que certamente resultará num constante crescimento da economia”.

O projeto que conta com aparecer contrário do jurídico da Câmara, deve ser votado no final de fevereiro, do qual a ACIA já esta trabalhando para que o mesmo ou seja retirado ou não aprovado.
 

 
 

Cadastre-se para receber notícias ou novidades:



 
Tempo Avare